Você sabe qual é o melhor capacete?

    Exibir tudo

    Você sabe qual é o melhor capacete?

    O capacete é unanimidade entre motociclistas. Em praticamente todo o Brasil a obrigatoriedade de seu uso é respeitada. Porém, nem sempre foi assim. Apenas em 1966 o uso do capacete foi tornado obrigatório em rodovias, e nas restantes das vias públicas a determinação passou a valer somente em 1982, para piloto e garupa.

    Hoje em dia ninguém cogita pilotar sem capacete. Virou um costume, vesti-lo é um procedimento automático, como o uso do cinto de segurança nos automóveis. Fora a segurança que o capacete proporciona, há outra boa razão para usar tal equipamento: a multa gravíssima, sete pontos na carteira e suspensão da CNH que a falta do uso acarreta.

    Então, já que usar capacete é a regra, que ela seja cumprida da melhor maneira possível, não é mesmo? Capacetes evoluíram, e atualmente há diversos tipos, e cada qual serve para atender um uso específico. Vamos ver o que serve para o quê? Confira as dicas para comprar seu capacete.

    CAPACETES ABERTOS – Também chamados de “jet”, os capacetes abertos são indicados para uso em trajetos urbanos, em baixa velocidade, e em lugares de clima quente. Fáceis de vestir e fáceis de guardar – cabem em todos os compartimentos e bauletos. Além disso são mais leves e, em geral, baratos. Em termos de segurança protegem menos, pois o rosto fica exposto. Por isso, são indicados apenas para os trajetos urbanos, feitos em baixa velocidade.

    CAPACETES INTEGRAIS – O integral, ou capacete fechado, é o tipo mais comum. Ideal para uso em rodovia, garante proteção extra contra a pressão do vento, frio e chuva. A dificuldade maior em vestir um integral é compensada pelo maior conforto em condição de viagem, na qual não é preciso – como ocorre na cidade – tirar e colocar o capacete com frequência. Desvantagem: nem sempre cabe nos compartimentos das scooters e nos baús menores.

    CAPACETES ARTICULADO – É o capacete integral que “faz de conta” que é aberto. A parte frontal pode ser levantada junto com a viseira, e aí está o segredo do seu sucesso: a versatilidade! Mas, nem tudo é vantagem, pois ele acaba sendo mais pesado que um integral, e por vezes mais volumoso.

    CAPACETE OFF-ROAD – Pensados para andar na terra, a característica é a pala (ou aba) para-sol avantajada. Mais do que proteger da luz solar, a pala serve para evitar a terra que eventualmente pode ser lançada pela moto que vai à sua frente. Nos capacetes off-road a viseira nem sempre está incluída, obrigando assim ao uso de óculos específicos. Ou seja, é um capacete seguro, mas menos prático, e volumoso.

    Importante: a lei exige que o motociclista trafegue com capacete homologado, com selo do INMETRO e sempre com viseira fechada. Independentemente do tipo de capacete que você escolher, certifique-se da qualidade, que vem tanto do material usado no capacete em si como na viseira que seja resistente, com mecanismo de abertura e fechamento robusto e prático.

    Enfim, mais do que a lei, é o bom senso que manda usar o capacete sempre, e é este mesmo bom senso que deve ditar a escolha do modelo mais adequado ao tipo de uso que você faz de sua motocicleta.

    Fonte: Honda

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Enter Captcha Here : *

    Reload Image

    Iniciar Conversa
    Precisa de ajuda?
    Olá,
    como podemos ajudar?